Digital ***Rádio e Tv: Abril 2016
Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Estudante cria prótese 100% brasileira, mais acessível e a partir de garrafas PET


Era um dia como qualquer outro, até que uma simples cena mudaria a vida dos estudantes Lucas Strasburg e Eduardo Trierweiler Boff de Novo Hamburgo (RS).

Há sete anos, eles se depararam com um rapaz andando estranho ao longe. Então perceberam que se tratava de uma pessoa amputada na altura da canela. "Aí acendeu uma lâmpada: há tanto avanço na medicina mas ainda não colocamos um paciente andando direito?", disse Lucas, hoje com 24 anos, em entrevista ao site Exame.

Com este simples pensamento, os dois jovens colocaram a mão na massa e foram atrás de realizar algo importante e que faria a diferença na vida de muitas famílias.

Aproveitaram o projeto de conclusão do ensino técnico em mecânica da Fundação Liberato para colocar em prática a ideia de criar um novo tipo de prótese.

Logo de cara, descobriram que o Brasil não fabrica próteses de qualidade e que esse mercado é dominado por produtos importados. "A prótese de madeira oferecida gratuitamente pelo SUS é rígida e não permite a transferência de energia do calcanhar para a ponta do pé", explicou Lucas.

Assim nasceu o Revo Foot, uma prótese 100% nacional, com a mesma qualidade das estrangeiras feitas de fibra de carbono e com um custo inferior às tradicionais.

A ideia é oferecer algo entre 30% e 40% mais barato que a concorrência e com crédito facilitado. "Se uma prótese fosse vendida a R$ 2 mil reais e paga em prestações, seria possível tirar grande parte dos pacientes da fila e oferecer um produto de qualidade sem explorá-los", explica Lucas.

Outro fator incrível deste projeto é que, em vez da fibra, eles desenvolveram um material plástico injetável. "A biomecânica é similar e isso favorece a localização espacial, porque você consegue sentir todas as fases da marcha: apoio, balanço e equilíbrio", contam.

A ideia de usar garrafas PET na fabricação dos modelos rendeu à dupla prêmios como o da Braskem e do Massachussetts Institute of Technology (MIT). O protótipo criado pela dupla aguentava 400 quilos de carga.

Atualmente, Lucas toca a empresa sozinho, que está incubando no laboratório da Unisinos, onde estuda Engenharia Mecânica. A expectativa do estudante é que o produto chegue ao mercado até o segundo semestre de 2017.

"Aliar as propriedades mecânicas de um material com a estrutura e a biomecânica de um ser humano caminhando é complexo", conta, informando que já há um paciente experimentando para ajudar no feedback.

Além da questão da pesquisa, ele enfrenta também uma outra questão: a burocracia.

A prótese precisa ser certificada pelos órgãos apropriados. Porém, como o país sempre importou, eles simplesmente não possuem as normas necessárias para produtos internos ainda. Já estão sendo criadas estas normas, a pedido de Lucas e seus apoiadores, inclusive, mas até lá, isso é um empecilho.

Quando o assunto é investimento: "Há uma febre tremenda em relação aos apps e o investidor quer algo assim porque o desenvolvimento e a monetização são muito mais rápidos. Para nós na área da indústria, é preciso ter documentações aprovadas, comprar maquinário, fazer moldes, pagar funcionários, encontrar mão de obra qualificada, matéria prima, fornecedor… O investimento é muito mais alto", diz.

Os próximos passos de Lucas são estabelecer um escritório em São Paulo, onde fechou parceria com uma empresa médica especializada, e pretende criar um crowdfunding. "Como não estou vendendo o produto ainda, a geração de caixa é zero. E como as transações jurídicas levam meses, precisamos de um montante de recursos para adiantar o processo", diz.

Lucas chegou a rejeitar uma proposta de emprego no Canadá para desenvolver seu sonho no Brasil. "O que mais quero é colocar esse produto no mercado e ter uma renda que é fruto de ajudar as pessoas", finaliza.


Empreendedorismo-Revo-Foot-3

Lucas-Strasburg-Eduardo-Trierweileir

size_810_16_9_revo-foot

Fonte: Exame

- See more at: http://razoesparaacreditar.com/negocios/estudante-cria-protese-100-brasileira-apenas-com-plastico-pet/#sthash.by3yffg3.dpuf
--
Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

A manutenção do conceito atual de “trabalho escravo” e a reativação da chamada “Lista Suja” estão entre as recomendações feitas pelo Sistema ONU no Brasil para evitar retrocessos.


Foto: Carol Von Canon/Flickr

A Organização das Nações Unidas lançou nesta sexta-feira (29) no Brasil um artigo técnico de posicionamento sobre o tema trabalho escravo, em antecipação às comemorações do Dia do Trabalho neste domingo, 1º de maio. Em 2012, existiam cerca de 21 milhões de pessoas submetidas a trabalho forçado no mundo, segundo estimativas da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Quase metade delas (11,4 milhões) eram mulheres e meninas.

Apesar de a escravidão ter sido expressamente abolida em diversos países, seu uso continua disseminado sob "formas contemporâneas de escravidão", que incluem violações diversas como o trabalho forçado e o trabalho infantil, a utilização de crianças em conflitos armados, a servidão por dívidas, a servidão doméstica, casamentos servis, a escravidão sexual e o tráfico de pessoas.

O documento da ONU destaca avanços significativos do Brasil na erradicação do trabalho escravo, como a ratificação das Convenções nº 29 e 105 da OIT e demais tratados internacionais de direitos humanos sobre o tema e a criação de diversos instrumentos para institucionalizar o combate ao crime como uma política de Estado.

Além disso, em 2003 o país atualizou sua legislação criminal com um conceito moderno de trabalho escravo, que envolve não só a restrição de liberdade e a servidão por dívidas, mas também outras violações da dignidade da pessoa humana.

Para evitar retrocessos nas conquistas alcançadas pelo Brasil, o documento da ONU faz uma série de recomendações, entre eles a manutenção do conceito atual de "trabalho escravo", previsto no Código Penal Brasileiro (Art. 149), e a reativação da chamada "Lista Suja", que divulga os empregadores flagrados explorando mão de obra escrava.

Acesse o artigo técnico de posicionamento sobre trabalho escravo em http://bit.ly/1SO2ZGW

Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

De 5 a 7 de maio, no Vale do Anhangabaú... Feira de Economia Solidária e Agricultura Familiar



Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

Direito seu, Dever do Estado.



Caro cidadão,

Você está recebendo esta mensagem do Portal da Transparência para receber informações sobre novos repasses de recursos federais a estados e municípios realizados por meio de convênios. O objetivo da divulgação desses dados é ampliar a transparência pública e estimular a participação e o controle social.

Os dados dos convênios aqui relacionados foram extraídos do SIAFI, no dia 24/04/2016. Caso deseje saber o total liberado, consulte o detalhamento do convênio no Portal da Transparência

Os convênios do município de SÃO PAULO/SP que receberam seu último repasse no período de 18/04/2016 a 24/04/2016 estão relacionados abaixo:

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 621864
Objeto: AQUISICAO DE TERRENOS URBANIZACAO DA FAVELA 2000 UHS URBANIZADAS EPRODUCAO DE 667UHS
Órgão Superior: MINISTERIO DAS CIDADES
Convenente: ESTADO DE SAO PAULO
Valor Total: R$ 19.912.253,04
Data da Última Liberação: 22/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 304.270,71

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 621860
Objeto: URBANIZACAO DE FAVELAS INSERIDAS NO PARQUE MUNICIPAL DO PEDROSO
Órgão Superior: MINISTERIO DAS CIDADES
Convenente: ESTADO DE SAO PAULO
Valor Total: R$ 25.780.000,00
Data da Última Liberação: 22/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 62.412,80

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 653032
Objeto: ADCT/FNDCT - APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTíFICO E TECNOLóGICO ESTE PROJETO TEM COMO PRINCIPAL OBJETIVO AMPLIAR E INTEGRAR A CAPACIDADE DE PESQUISA DA UNESP, NOS SEGUINTES NíVEIS: " INTER UNIDADES E CAMPI DA UNIVERSIDADE, TENDO EM VISTA SUA ESTRUTURA ESPACIAL APOIADA EM 26 CIDADES DO ESTADO DE SãO PAULO.
Órgão Superior: MINISTERIO DA CIENCIA, TECNOLOGIA E INOVACAO
Convenente: UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO
Valor Total: R$ 10.167.537,54
Data da Última Liberação: 20/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 1.046.879,77

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 658775
Objeto: URBANIZACAO DE ASSENTAMENTOS PRECARIOS FAVELA SAPE
Órgão Superior: MINISTERIO DAS CIDADES
Convenente: MUNICIPIO DE SAO PAULO
Valor Total: R$ 39.558.600,00
Data da Última Liberação: 22/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 262.000,00

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 658754
Objeto: URBANIZACAO JARDIM SANTO ANDRE
Órgão Superior: MINISTERIO DAS CIDADES
Convenente: ESTADO DE SAO PAULO
Valor Total: R$ 11.213.860,00
Data da Última Liberação: 22/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 33.600,00

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 663375
Objeto: PRODUTO: ADCT/FNDCT - FONTE: INFRAESTRUTURA TRATA-SE DE UM PROJETO FINEP-INFRAESTRUTURA EM CONTINUIDADE, QUE TEM COMO PRINCIPAL OBJETIVO AMPLIAR E INTEGRAR A CAPACIDADE DE PESQUISA DAUNESP, PRIVILEGIANDO A ORGANIZAçãO EM FACILITIES INSTITUCIONAIS, FOMENTANDO A IMPLANTAçãO DE REDES DE PESQUISA NAS SEGUINTES VERTENTES: - INTER UNIDADES E CâMPUS DA UNIVERSIDADE, TENDO EM VISTA
Órgão Superior: MINISTERIO DA CIENCIA, TECNOLOGIA E INOVACAO
Convenente: UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO
Valor Total: R$ 9.403.584,46
Data da Última Liberação: 20/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 572.000,00

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 799550
Objeto: Capacitar e articular iniciativas coletivas de geracao de renda e\ou cooperativismo, na perspectiva de genero e economia solidaria, para mulheres nos Centros de Cidadania da Mulher, equipamentos diretos da Secretaria de Politicas para Mulheres (SMPM) da Prefeitura do Municipio de Sao Paulo.OBJETIVO GERAL:Desenvolver acoes de sensibilizacao, capacitacao e de geracao de renda com mulheres para a organizacao coletiva e
Órgão Superior: PRESIDENCIA DA REPUBLICA
Convenente: SECRETARIA MUNICIPAL DE POLITICAS PARA AS MULHERES
Valor Total: R$ 826.733,00
Data da Última Liberação: 19/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 132.500,00

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 787210
Objeto: Reforma do Ginasio de Esportes - PET - Parque Esportivo dos Trabalhadores
Órgão Superior: MINISTERIO DO ESPORTE
Convenente: MUNICIPIO DE SAO PAULO
Valor Total: R$ 303.890,49
Data da Última Liberação: 19/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 151.945,25

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 794511
Objeto: Colocacao de gramado sintetico na quadra poliesportiva.
Órgão Superior: MINISTERIO DO ESPORTE
Convenente: MUNICIPIO DE SAO PAULO
Valor Total: R$ 487.500,00
Data da Última Liberação: 19/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 146.250,00

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 679214
Objeto: ACORDO DE PARCERIA PARA CONCESSãO DE BOLSAS DE ESTUDOS E PESQUISA NA áREA NUCLEAR.
Órgão Superior: MINISTERIO DA DEFESA
Convenente: FUNDACAO PARA DESENVOLVIMENTO TECNOLOGICO DA ENGENHARIA
Valor Total: R$ 2.014.680,00
Data da Última Liberação: 19/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 792.585,00

--------------------------------------------------------------------------------
Número Convênio: 683353
Objeto: EXECUÇÃO DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO A CRIANÇAS E ADOLESCENTES AMEAÇADOS DE MORTE DO ESTADO DE SÃO PAULO - PPCAAM/SP.
Órgão Superior: PRESIDENCIA DA REPUBLICA
Convenente: SECRETARIA DA JUSTICA E DA DEFESA DA CIDADANIA
Valor Total: R$ 2.200.000,00
Data da Última Liberação: 19/04/2016
Valor da Última Liberação: R$ 300.000,00

--------------------------------------------------------------------------------

Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

4ª Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência, em Brasília - Boletim 233

Foto: Abertura da Conferência Nacional de Direitos Humanos

4ª Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência acontece simultânea a outras conferências, em Brasília
De 24 a 27 de abril ocorre, em Brasília, a 4° Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência com o tema
"Os Desafios na Implementação da Política da Pessoa com Deficiência: a Transversalidade como Radicalidade dos Direitos Humanos"

Exposição sensorial chega ao Memorial da Inclusão em 30 de abril
As instalações sensoriais podem ser visitadas de 02 a 30 de maio e propõe experiência sensorial em duplo acesso

Caraguatatuba recebe a 7ª Caravana da Inclusão
Neste ano, oito municípios recebem o evento, que tem como tema a Lei Brasileira de Inclusão e Educação inclusiva

Representante de Universidade da Austrália recebe informações sobre a LBI
A professora Caroline Ellison falou sobre os cursos ministrados pela Universidade
Flinders e sobre as leis de inclusão da Austrália

Memorial da inclusão divulga o resultado da seleção das exposições temporárias para o segundo semestre de 2016
Os selecionados receberão informações via e-mail

Curta e compartilhe #inclusãoSP

Maria Isabel da Silva
Gestora da Assessoria de Comunicação Institucional
Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência
Governo do Estado de São Paulo
Facebook e Twitter: InclusãoSP

www.pessoacomdeficiencia.sp.gov.br


Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

Extinção do título de Utilidade Pública Federal - Comunicado do Ministério da Justiça [1 Anexo]





Por: Idália
Rede Solidária
https://xa.yimg.com/kq/groups/15275321/1889191181/name/MJ%20-%20Comunicado%20Entidades%20Sociais%2Epdf
Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

Trabalho Doméstico e Direitos, avançar sempre!



Hoje, 27 de Abril, Dia Nacional da Empregada Doméstica, alcançamos no Brasil 7,2 milhões de pessoas atuando nessa função, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Cerca de 460 mil trabalhando na cidade de São Paulo.

Neste momento, elas estão se dedicando a limpar casas, cuidando da prole alheia, lavando e passando roupas, cozinhando e muito mais. Elas têm a chave da casa e da "liberdade" de muitas mulheres que, sem acesso ao compartilhamento do trabalho doméstico, necessitam delas para buscarem a própria autonomia econômica.

Durante séculos, os trabalhos domésticos e de cuidados foram construídos socialmente enquanto responsabilidade feminina e, consequentemente, desvalorizados e tornados invisíveis pela sociedade. Isso se reflete na própria composição da categoria, formada por 93% de mulheres. E cerca de 61% negras[1].

Essas trabalhadoras, por muito tempo, ficaram sem acesso aos direitos conquistados por outras profissões. Muitas delas tiveram sua infância e juventude roubadas, enfrentaram situações de assédio sexual e trabalharam arduamente em troca somente de moradia e alimentação, rescaldo da triste herança escravocrata no nosso país. 

No período mais recente, felizmente, houve avanços em relação à consolidação e ampliação de direitos dessas mulheres que se organizaram e os conquistaram. Em junho de 2011, na 100ª Conferência Internacional do Trabalho (CIT), a OIT propôs um instrumento internacional de proteção ao trabalho doméstico na forma de uma convenção, intitulada Convenção sobre o Trabalho Decente para as Trabalhadoras e os Trabalhadores Domésticos, 2011 (nº 189), acompanhada de uma Recomendação com o mesmo título (nº 201). Em 2013, foi aprovada a proposta de Emenda Constitucional nº 72 (mais conhecida como PEC das Domésticas) que estabeleceu a igualdade de direitos trabalhistas para empregadas/os domésticas/os. Em agosto de 2014, uma grande conquista para a categoria: a obrigatoriedade de assinatura da carteira de trabalho. E, em 2015, a Presidenta Dilma Rousseff sancionou o projeto de lei que regulamenta o emprego doméstico, garantindo salário mínimo; seguro desemprego, indenização por acidentes de trabalho, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS); férias, hora extra, licença maternidade, entre outros. Com isso, a partir de 2015, essa categoria consolida a igualdade de direitos trabalhistas no cenário brasileiro e, acompanhada por uma série de políticas públicas sociais e de distribuição de renda, amplia as oportunidades de acesso à universidade, garantia de moradia digna e própria e o sustento dessas trabalhadoras bem como incentiva as mais diversas trajetórias autônomas de suas filhas e filhos.
Na semana passada, a presidenta Dilma Rousseff assinou a ratificação da Convenção 189 e o documento foi enviado para o Congresso Nacional para aprovação, representando mais um avanço importante nessa categoria.

Contudo, o trabalho doméstico no Brasil ainda está permeado por uma série de contradições. O filme "Que horas ela volta?", lançado no ano passado, é uma crítica contundente às reações de tais avanços conquistados. A história de Jéssica (Camila Márdila), filha da empregada Val (Regina Casé), que vem a São Paulo para prestar vestibular para a universidade pública da mesma forma que Fabinho (Michel Joelsas), filho da patroa de Val e praticamente criado pela empregada, que mora na casa dos patrões, deixa aparente a redução da disparidade entre os mundos de patroas e patrões e das empregadas, e os ruídos que tal situação gera. Acontece que as Jéssicas são reais e vivenciam hoje a democratização de direitos que ocorreu na última década.
            É quando a democracia está ameaçada que devemos prestar atenção aos possíveis retrocessos. Muitas vezes, ideias conservadoras geram uma cegueira social que retira direitos fundamentais conquistados e incentivam, ao invés de descontruir, ações de misoginia, racismo e exploração.

Por isso, é fundamental garantir espaços que consolidem os direitos já conquistados e não permitam seu desrespeito. Assim, a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, objetivando promover estratégias de valorização do emprego doméstico, possui um Programa de Orientação ao Emprego Doméstico, em parceria com a SDTE- Secretaria Municipal de Desenvolvimento , Trabalho e Emprego, que conta com  o apoio de várias instituições para valorização desse setor, bem como para que empregadas/os e empregadoras/es possam se familiarizar com a nova legislação. Para tanto, foi inaugurado pelo Prefeito Fernando Haddad, em maio de 2015, o Centro de Orientação ao Emprego Doméstico, que oferece orientação jurídica sobre a nova legislação do emprego doméstico com base na Lei 150 de 01/06/215.

Neste Dia Nacional da Empregada Doméstica, a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres de São Paulo reafirma o compromisso de continuar atuando na elaboração de políticas e ações que contribuam com a melhoria das condições de vida e trabalho desta batalhadora categoria que reúne em seu perfil  fortes características de gênero, raça e classe.

Denise Motta Dau - Secretária de Políticas para as Mulheres PMSP

 
[1] FONTE: Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) realizada pelo Departamento Intersindical de  Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), 2011


Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

CURSO GRATUITO



A Unidade do CVV Abolição, região central de São Paulo, realiza gratuitamente o serviço de Apoio Emocional e Valorização da Vida há 54 anos, utilizando principalmente o telefone como ferramenta. Estaremos realizando um novo curso para seleção e capacitação de novos voluntários e lhe convidamos a participar do evento ou nos ajudar na divulgação de mais esta atividade do CVV.

​​
EVENTO:

Dias: 30/04 e 01/05/2016
Horário: 13hs30 às 18hs30
 
LOCAL

Rua Abolição, 411, Bela Vista - Região Central de São Paulo
 
INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES:

As inscrições podem ser feitas no próprio local nos primeiros 15 minutos do curso. Para mais informações, por favor entre em contato pelos telefones: (11) 3242-4111 0u 141.
ou pelo e-mail abolicao@cvv.org.br

Veja Endereço pelo link:

https://www.google.com.br/maps/place/R.+Aboli%C3%A7%C3%A3o,+411+-+Bela+Vista,+S%C3%A3o+Paulo+-+SP,+01319-010/@-23.5543787,-46.6442998,17z/data=!3m1!4b1!4m2!3m1!1s0x94ce59b2129d9d59:0xe998e17a418c6fac

 
CURSO GRATUITO:

Durante a atividade - que é dinâmica e descontraída - haverá a apresentação da entidade e a seleção dos interessados em se tornarem voluntários. Para ser voluntário vinculado ao Programa CVV de Prevenção ao Suicídio, Apoio Emocional e Valorização da Vida, basta ter 18 anos ou mais, ter disponibilidade de tempo (média de 4 horas e meia, uma vez por semana), disposição para ajudar o próximo e abertura para o autoconhecimento e aprendizado. Venha e traga um amigo ou amiga!

INSTITUIÇÃO SEM FINS LUCRATIVOS:

O CVV é uma instituição sem fins lucrativos e mantida pelos próprios voluntários, os postos CVV desenvolvem trabalhos de apoio emocional por meio de contatos telefônicos, atendimento pessoal, via correio, e-mail e via chat no próprio site da entidade: http://www.cvv.org.br/
 
 
Coordenação Unidade Abolição
Ligue 141 | 24 horas - 3242-4111

Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

II Seminário Universidade, Cultura e Periferia


 
A expansão do sistema federal de ensino superior é uma das marcas na recente história da educação brasileira. Em São Paulo, as lutas dos movimentos sociais da Zona Leste em defesa da educação pública desembocaram em um capítulo especial desse processo: a criação do campus Zona Leste da Universidade Federal de São Paulo.
O Seminário Universidade, Cultura e Periferia é um espaço permanente de discussão para onde confluem as expectativas e demandas culturais da sociedade em relação ao futuro campus; e onde são relatadas experiências acadêmicas praticadas em outras universidades.

Os diálogos entre o saberes acadêmico, o popular e tradicional (indígena, afro- brasileiro, periférico) em cursos regulares configura-se como um mecanismo de inclusão da diversidade cultural na universidade fazendo do encontro de saberes um novo paradigma para as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

O primeiro seminário foi realizado entre setembro e dezembro de 2014, período no qual professores universitários e ativistas culturais debateram a partir de temas específicos: experiências juvenis na periferia; quilombo, favela e periferia; cultura, corpo e arte; e a construção de políticas culturais: "fazer para" e "fazer com".

As discussões nesta segunda edição ocorrerão em torno de dois temas: 1) a gestão nas culturas populares e tradicionais; 2) o lugar das periferias na universidade. Desse modo, pesquisadores, gestores, ativistas, mestres e produtores culturais apresentarão mais uma contribuição para o fortalecimento dos vínculos entre a universidade e a comunidade na qual ela está inserida.

Programação
9h: Abertura: Rede de Culturas da Zona Leste Paulistana

9h30: Saberes Populares, Saberes Tradicionais-Saberes Acadêmicos, e vice-versa: o lugar das periferias na Universidade.
Mediadora: Fernanda Miranda Cruz - Professora do Departamento de Letras da EFLCH da UNIFESP, Campus Guarulhos; Coordenadora do Núcleo de Cultura, Corpo e Arte (NUCCA).
José Jorge de Carvalho
Professor Titular no Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília; Coordenador do INCT - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia e Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa, do Ministério de Ciência e Tecnologia e do CNPq.
Mestra Lucely Morais Pio
 Quilombola, Articulação Bacari de Plantas Medicinais do Cerrado Goiás.


12h-13h30 – Intervalo / Almoço

14h: A gestão cultural nas culturas tradicionais e populares
Mediadora: Elizandra Sousa – Poetiza e Jornalista; Ação Educativa / Agenda da Periferia.
Alberto Ikeda - Professor Aposentado do Instituto de Artes UNESP; Professor-Colaborador PPGM-ECA-USP; Coordenador do Grupo de Estudos: Música étnica e popular (Brasil/América Latina)
Renato Gama
Membro da Banda Nhocuné Soul; Cantor; Compositor e produtor musical.
José Márcio Barros
 Professor da PUC Minas; professor convidado do Programa de Pós Graduação em Cultura e Sociedade da UFBa. Coordenador do Observatório da Diversidade Cultural e do Programa Pensar e Agir com a Cultura; integra a Rede de Estudos em Políticas Culturais.

16h30: Roda de Conversa
Economias de Plataforma Tecnológicas na Periferia
Gilson Schwartz - Professor ECA/USP; Coordenador do Grupo de Pesquisa Cidade do Conhecimento; Diretor para América Latina da rede internacional "Games for Change"; Curador do Portal da Juventude da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

17h: Encerramento: Rede de Culturas da Zona Leste Paulistana



Serviço
Data: 07/05/2016, Sábado
Horário: 9:h às 17:h
Local: Centro Cultural da Penha - Largo do Rosário, 20.
Entrada Gratuita
Realização:
Observatório de Políticas Públicas e Centro Memória da Zona Leste
 Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB-UNIFESP)
Fórum para as Culturas Tradicionais e Populares de SP. Rede de Culturas da Zona Leste Paulistana
Apoio:
Coordenação de Políticas para a Juventude da Prefeitura Municipal de São Paulo
 
Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

Anatel proíbe limitação de uso de internet por tempo indeterminado


 
Os usuários de banda larga que estavam preocupados com a limitação do uso da internet podem respirar aliviados. Depois de toda a pressão popular, na última sexta-feira (22/04/2016) a Anatel decidiu proibir as operadoras de telefonia de reduzir a velocidade, suspender o serviço ou cobrar taxas quando for alcançado o limite da franquia contratada.


O Conselho Diretor da Anatel decidiu nesta sexta-feira, 22 – por meio de circuito deliberativo proposto pelo presidente da Agência, João Rezende –, examinar o tema das franquias na banda larga fixa, com base nas manifestações recebidas pelo órgão. Até a conclusão desse processo, sem prazo determinado, as prestadoras continuarão proibidas de reduzir a velocidade, suspender o serviço ou cobrar pelo tráfego excedente nos casos em que os consumidores utilizarem toda a franquia contratada, ainda que tais ações estejam previstas em contrato de adesão ou plano de serviço.

Na segunda-feira, 18, a Superintendência de Relações com Consumidores já havia proibido, em caráter preventivo, a limitação da internet fixa. Com a decisão desta sexta-feira, o processo foi avocado pelo Conselho Diretor da Agência, que passa a ser responsável pela sua análise e decisões relacionadas.

A Anatel acompanha constantemente o mercado de telecomunicações e considera que mudanças na forma de cobrança – mesmo as previstas na legislação – precisam ser feitas sem ferir os direitos do consumidor, razão pela qual proibiu qualquer alteração imediata na forma de as prestadoras cobrarem a banda larga fixa. A Agência, cabe destacar, não proíbe a oferta de planos ilimitados, que dependem exclusivamente do modelo de negócios de cada operadora.

http://www.anatel.gov.br/institucional/index.php/component/content/article?id=1099


Um simples gesto que ajuda as mulheres a terem acesso a Mamografia Digital GRATUITA



VOCÊ PODE SALVAR VIDAS


O seu clique solidário não custará nada.
Digam a 10 amigos para dizerem a outras 10 pessoas ainda hoje!

O Site de câncer de mama e o Instituto Neo Mama de Prevenção e Combate ao Câncer de Mama estão iniciando uma campanha que necessita de cliques para alcançar quotas que lhes permitam oferecer mamografias gratuitas a mulheres brasileiras necessitadas.

Demora menos de 5 segundos, mas fará uma grande diferença acessar o site e clicar no botão cor de rosa que diz:
"Campanha da Mamografia Digital Gratuita".

Acesse agora e sempre o Website:

http://www.cancerdemama.com.br


Não demora e não custa nada, ajudem a detectar precocemente o câncer de mama. Ele tem cura.

Observação:
Caso você ainda não saiba, 1% dos casos de câncer de mama acontece com os homens.



Escritório da ONU repudia retórica contra direitos humanos na Câmara dos Deputados


Votação de admissibilidade do processo de impeachment presidencial na Câmara dos Deputados do Brasil. Foto: Agência Brasil

Em particular, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos condenou as manifestações do deputado federal Jair Bolsonaro em referência a Carlos Alberto Brilhante Ustra, reconhecido pela justiça brasileira e a Comissão Nacional da Verdade como torturador durante a última ditadura militar no país.

O Escritório Regional para América do Sul do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) expressou nesta sexta-feira (22) repúdio à "retórica de desrespeito contra os direitos humanos" durante a votação de admissibilidade do processo de impeachment presidencial na Câmara dos Deputados do Brasil, ocorrida no dia 17 de abril.

Em particular, o Escritório do ACNUDH condenou as manifestações do deputado federal Jair Bolsonaro em referência a Carlos Alberto Brilhante Ustra, reconhecido pela justiça brasileira e a Comissão Nacional da Verdade como torturador durante a última ditadura militar no país.

"Repudiamos qualquer tipo de apologia às violações de direitos humanos como a tortura, que é absolutamente proibida pela Constituição brasileira e pelo direito internacional", disse o representante do ACNUDH para América do Sul, Amerigo Incalcaterra. "Esse tipo de comentários é inaceitável, especialmente vindos de representantes das instituições brasileiras e eleitos por voto popular."

O representante reiterou seu apelo ao Congresso Nacional, às autoridades políticas, judiciárias e a toda a sociedade brasileira a condenar qualquer forma de discurso de ódio, e a defender em toda circunstância os valores da democracia e da dignidade humana.

Por: ONU Br

Associação Criativa agora também tem projeto de moradia



Caso a renda de sua família for de até R$ 1.800,00, inscreva-se  e participe da luta pela moradia.

Comunidade : Associação Criativa

Setor/ Subprefeitura: São Miguel Paulista

Local: Rua Mario Graccho, 81 Parque Sônia

Inscrições 17/04/2016 as 10:00hs

 

Documentos necessários para inscrição

RG

CPF

NIS ou PIS

Titulo de eleitor de SP (para maior de 16 anos)

Comprovante de endereço

Certidão Nascimento e / ou casamento

Certidão nascimento dos filhos( se houver)

Carteira de trabalho e hollerith

Endereço do trabalho com CEP

Endereço de e-mail

Viúvo (a) trazer certidão de óbito

Divorciado trazer certidão

Companheiros (as) do mesmo sexo também podem se inscrever 

Valor mensal contribuição de 2 passagens de ônibus ( trazer trocado)

Crachá R$ 10,00

As duas contribuições no ato da inscrição.

 

Só será feita inscrição com os documentos em mãos.

 

Atendimento por ordem de chegada e sem pressa.


Você também pode interagir conos

     Conheça nosso trabalho através das mídias sociais.

    http://ongcriativa.blogspot.com.br
    https://www.facebook.com/pages/AbcCriativa/305169182973881
    http://youtube.com/ongcriativa
   WhatsApp 11 9 72914436

Prêmio Milton Santos


Eis que chega mais uma edição do
Prêmio Milton Santos!

As inscrições já estão abertas e vão até dia 15 de abril.

Anexamos o formulário de inscrição e o Regulamento do Prêmio.

Inscreva já o seu projeto e compartilhe suas ideias!

 

Equipe de Eventos da CMSP

3396-4311
--
Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv

RESULTADO DA 13ª EDIÇÃO DO VAI



A Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Núcleo de Fomentos Culturais, divulga a relação de projetos pré-selecionados no Edital 2016 do Programa de Valorização das Iniciativas Culturais - VAI. 

Nesta 13ª edição, foram recebidas 1.448 propostas, sendo 855 para a modalidade VAI 1, destinada a grupos e coletivos compostos por pessoas físicas prioritariamente jovens de baixa renda com idade entre 18 e 29 anos e 593 para a modalidade VAI 2, criada em 2013, destinada a grupos e coletivos compostos por pessoas físicas, 
jovens ou adultos de baixa renda, que tenham histórico de, no mínimo, 2 anos de atuação em localidades desprovidas de recursos e equipamentos culturais ou que tenham sido contemplados na modalidade VAI I desde sua instituição.

O programa VAI, criado em 2003 e instituído a partir de 2004, tem com objetivo apoiar projetos e atividades artísticas e culturais, principalmente de grupos e coletivos compostos por jovens e/ou adultos de baixa renda, atuantes e residentes em regiões da cidade desprovidas de recursos e equipamentos culturais. Neste ano, as incrições ficaram abertas entre 4 de janeiro e 3 de fevereiro de 2016 exclusivamente pela internet, o que foi uma novidade. 

O edital seleciona propostas de projetos, que deverão ser desenvolvidos de maio de 2016 a fevereiro de 2017, nas modalidades I, cujo valor máximo é de R$ 35.100,00 e modalidade II, até R$ 70.200,00. 





Os representantes dos projetos aprovados terão o prazo de 05 dias úteis, para assinar documento de "aceite" do Programa sob pena de, não o fazendo, serem considerados desistentes.

A equipe técnica do VAI entrará em contato com todos os proponentes pré-selecionados para agendar data e horário para assinatura. 

As Comissões responsáveis pela seleção em breve publicarão pareceres sobre o processo geral de avaliação.

A seguir, lista dos aprovados na 13ª edição do Programa VAI: 


Selecionados VAI I
COD
NOME DO PROJETO
AR 005
CORação
AR 006
Graffiti Movie
AR 009
A Deriva no Rio Aricanduva/ Galeria Urbana
AR 029
Ewé: O Conto das Folhas Sagradas
AR 043
La Loba
AR 059
Radio Juta - Ouça Nossa Voz
AR 071
Flor e Ser
CCB 008
Gritos da Sul
CCB 009
Meninos de Aruanda
CCB 012
Poética Fractais
CCB 021
Biblioteca Periférica
CCB 022
Periferia, Cultura e Resgate: M'Boi Mirim
CCB 026
Conexões Poéticas
CCB 037
Código Noize
CCB 046
Derolêmano
CCB 053
Lambidas Periféricas - Artes Políticas nas Ruas
CCB 063
Festival de Cinema "A Ponte"
CCB 085
Ateliê Cendira
CCB 091
Tendência Urbana
CCB 094
Pracypher
CCB 096
Projeto Moda Jovem
CCJ 004
Game of Skate e Cultura
CCJ 008
Desromantiza
CCJ 011
Taipaz
CCJ 012
Lado Norte Lado Forte (Favela Music Fest)
CCJ 035
"Mixtake" - Coletânea Periferia
CCJ 041
Contra-Ponto
CCJ 056
Bar do Livro
CCJ 067
Transverso
CDU 025
Sarauê
CDU 028
Nosso Som É Zum Zum Zum
CDU 031
U.S.A.R
CDU 036
Audiocontos
CDU 048
Graja Groove, no Ritmo da Historia Cap.1
CDU 053
Infiltração
CDU 054
Temperando o Samba
CDU 059
Nhanhty Mbya Jrty
CDU 066
Arte do Movimento
CDU 074
Eco Cultura
CDU 081
Navegando nas Artes
CDU 088
Retrato de Luta: Uma Palavra Feminina
CDU 091
Berimbadan
CJA 003
Cine Africando
CJA 012
Lendo na Praça
CSA 003
O "Corpo Que Fala", a África Que Herdamos
CSA 011
Harmonizando o Caminhar: Estímulo Psicossocial Infantil por Meio da Música
CSA 014
Imaginação Popular
CSA 022
Aonde é o Rolê?
CSA 031
Cultura Natural
CSA 035
Carolinas Soltem suas Vozes
CSA 050
Negro Pereira
CT 021
Femisistahs
CT 025
Sarau Afro: Identidade e Empoderamento de Mulher Jovem
CT 027
Moda em Movimento
CT 040
No meu Tempo
CT 050
Batalha da Zil
ON 142601006
Cartas a Casas de Pó
ON 142601223
Clarice Estrada Afora/ Um Manifesto Antropofágico
ON 142601788
Dois
Trovoada
Bem-Dita Seja a Voz entre as Mulheres
ON 142602957
Deu Zica no Selfie
ON 142603103
A Favela me Criou
ON 142603432
Desconstruindo Amélias
ON 142604416
Humor para Zona Leste
ON 142604885
Relações Adversas (Circulações)
ON 142605701
Fotografia Popular Brasileira
ON 142605745
A Pele do Trabalho à Mostra
ON 142606082
Pedagogia em Cena
ON 142606713
Formação Cidadã Através dos Quadrinhos
ON 142608252
Imagine Rio
ON 142608800
Festival Cultura Pangeia - América do Sul
ON 142608821
Peripatético
ON 142609325
Dentro da Pele
ON 142609524
Transarau
ON 142610086
Alcolu É Aqui!
ON 142610161
Fusca N' Roll: Expandindo Horizontes
ON 142610404
Giro Cultural
ON 142610982
Cidade Flutuante
PE 010
Invasão Cultural
PE 018
Que Será Que é Sarau?
PE 035
Cordão Samba de Tempo
PE 038
Medo de Mulher
PE 043
Circo'Lando
PE 055
Onde Já Civil?
PE 056
Composição Viva
PE 057
Prosa Poética
PE 062
Li, ali.
PE 063
Sertão Encantado
PE 064
(Re)Versos
PE 072
Homens de Saia! A Revolução Será En(saia)da
PE 074
Livro Sem Forma
PE 083
A Banca da Poesia
PE 088
Afoxé Efan Deyi e o rap em combate a intolerância religiosa
PE 091
Sarau das Prê
PR 004
Será que Pode?
PR 005
Circo.Lando Sp
PR 006
Quebrada Viva Battle
PR 007
Sarau Quilombo do Morro
PR 009
Salve Kebrada!
PR 010
Cine Clube Histórico
PR 013
Recanto das Batucadas - Um Espaço para Acultura Tradicional
PR 027
A Rua Fala
SMC 003
Contém Poesia nas Ruas
SMC 005
Arte Na Escola, da Imagem à Imaginação.
SMC 017
Sarau Urutu
SMC 020
Cultura do Grave
SMC 021
Comer Cultura é Viver
SMC 030
Omo Erê - Criança Brinca
SMC 031
O Mel do Passado (Oremba'E Ei Yma Guare)
SMC 037
Vestidos de Noiva
SMC 040
Dança em Quadrinhos Vol.2
SMC 066
Quilombo-Mulher-Periferia
SMC 071
Cubo Tóxico
SMC 093
Olha Oyá
SMC 095
Solta o Passinho
SMC 102
Cantata na Laje
SMC 114
Piralaize Festival
SMC 115
Liga Feminina de Mcs - São Paulo
SMC 118
_Raízes_
SMC 121
Cinema Refúgio
SMC 125
A - Gravando
SMC 136
Parteiras
SMC 143
Memória na Leste
SMC 160
Auê - Batucada Na Escola
SMC 164
Real Esperança
SMC 173
Linguarás
SMC 176
Hip Hop Juventude
SMC 179
Rarefeito
SMC 181
Palhaçaria na Praça, das Feiras ao Picadeiro
SMC 182
Nossa História Invisível
SMC 197
Telecatch a Ressurreição
SMC 203
Afrolatinas
SMC 204
Coral Canto no Parque em: Primavera Cantante
SMC 218
A Praça é Nossa
SMC 222
Kanaíma
SMC 232
Eterno Suspeito
SMC 234
Filhos da Rua
SMC 245
Projeto Ocupação - Arte na Quebrada
SMC 260
Dádivas do Melonino
SMC 276
Linha de Fuga
SMC 306
Estrutura - Estúdio Comunitário
SMC 325
Do Erudito ao Popular
SMC 327
Cabaret D'Água
SMC 331
Caosgrafia Conexões Gráficas
SMC 336
Arte na Quadra
SMC 337
Da(R) Cor Ao Amor
SMC 343
Hip Hop Grajauense, Fomento Cultural aos Conterraneos
SMC 352
Circuito Racional na Escola
SMC 353
Cultura Sound System
SMC 365
Memórias Pontuais
SMC 379
Circuito Feminista de Artes
SMC 393
Ampli - Fyah - Sp
SMC 397
deFormados
SMC 401
Com.Sagradas
SMC 411
Dance Hall Sp Ii
SMC 412
Máquinas e Músicas
SMC 429
Cultura e Travestilidade em Questão
SMC 430
Tintaliga: Revelando Mulheres
SMC 432
Nós - Quem Somos [Pornôs]
SMC 455
Iluminação - O Que Você Vê Não é Apenas O Que Você Vê
SMC 460
Raízes
SMC 463
Passeando pelas Ruas Históricas do Meu Bairro e da Minha Cidade
SMC 464
Mulheres na Cena, Quando Seus Olhos me Tocam
SMC 471
In Compêndio Para Flutuar
SMC 480
Freedom Festival
SMC 504
Lambe Mina
TL 010
Leitura Para Todos
TL 034
Amaré





Selecionados VAI II

COD
NOME DO PROJETO
AR 004
Hip Hop Na Quadra Mostra da Cultura Hip Hop
AR 012
Estação Sp #3
AR 019
Alternativa L (Da Gênese Ao Apocalipse)
AR 038
#Rua
AR 064
Peji Ti Iyámí - Altar de Minha Mãe
CCB 075
Comunidade Samba da Vila - Resistindo Propagando 
CCB 098
Fala Guerreira: Cirandas para Danças e Escrever Saberes Femininos
CCB 100
Ubuntu - Somos Um Só, Somos Nós: Negros Em Foco
CCJ 020
Canal Sonoro
CDU 041
Comunicação Cultural Periférica
CDU 044
Sertãoperifa: Forró e Poesia na Cidade de Pedra
CDU 086
Olhares de Uma São Paulo Inclusiva
CJA 002
Revista Construtores de Historias com Sarau
CJA 014
Zona Norte em Foco
CT 001
Articulação e Aprimoramento dos Bobos, Bocós, Burraldos e Paspalhoes
CT 008
Afromitologia, Feminilidade e Musicalidade na Criação Dramatúrgica
CT 011
Galeria Barro Bronx
CT 038
Ajeum o Sabor dos Deuses
ON 142601707
Funk Truck - de Griffe Na Estrada
ON 142602434
A Novidade é Milenar!
ON 142602542
Saravá 2.0 - Filhos da Terra, da Fonte, da Rua e da Permacultura
ON 142604604
Ecoa Identidade Ancestral
ON 142605588
Francisca: Travessia...
ON 142606754
Radio da Hora
ON 142606867
Kombi do Rap - Projeto Cultural (Itinerante)
ON 142607787
The Paint Crew and Kids - Nas Escolas e no Circuito
ON 142609072
Batucafro - Cultura Popular e Afro Brasileira
ON 142610766
Parque São Rafael - Labirinto Selvático
PE 007
Imagem da Sua Imaginação
PE 021
Homofobia: Minha Casa Tem Armários
PE 054
Circulação do Coral Indígena Guaraní Ara Ovy
SMC 006
As Rosas Falam 3 - Mulheres Fortes
SMC 022
Palhaços
SMC 033
Contra Toda a Opressão... Existe o Lado Negro da Força
SMC 050
Apreciando e Aprendendo o Jazz
SMC 105
Comunidade Criativa Jardim Elba
SMC 117
O Que Pensam as Vacas?
SMC 129
Feminina, Periferia um Pedaço da África
SMC 135
Teatro nos Jardins
SMC 147
Café Imaginário
SMC 166
Festival 11H2
SMC 168
O Protagonismo da Luta das Minorias entre Indígenas e Afros Mulheres
SMC 185
Ermelino em Ação 2
SMC 195
Integrando Culturas
SMC 210
Espalha Brasa do Forró
SMC 214
Lakitas Sinchi Warmis, Mulheres que Sopram Ventos
SMC 219
Projeto Praga - Livrar
SMC 265
DRR: Memorial-Escola de Hip Hop
SMC 285
Herdeiros do Hip Hop Heliópolis - A Evolução
SMC 287
Passeio no Mundo Livro
SMC 305
O Futuro do Hip Hop
SMC 320
Histórias Que Se Cruzam Na Kantuta
SMC 328
Festival Independente Rock Na Veia e Testando
SMC 372
Empoderadas do Samba
SMC 381
Mulheres Multiplicando a Cultural Hip Hop
SMC 423
Eu Quero Ouvir Maria! Relatos de uma Maternidade Solo
SMC 433
Street Wars - Os Pioneiros do Hip Hop no Brasil
SMC 452
Território Descon
SMC 454
Graus
SMC 461
Nossa Quebrada Prosa em Cantos e Historias em Versos Compositores do Congo
TL 007
Trânsitos Imaginados
TL 033
No Rastro da Tradição


--
Você também pode interagir conos



Coletamos na mídia as diversas e mais atuais notícias em destaque no dia e disponibilizamos para nossos ouvintes.

Você poderá ouvir, ler, ou, assistir outras matérias nestas páginas:

http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-noticias.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/historiasde-hoje.html
http://digitalradiotv.blogspot.com.br/p/as-musicas.html

***Digital Radio & Tv