Digital ***Rádio e Tv: Novembro 2013
Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Como conseguimos o voto aberto

 

Caros membros da Avaaz em todo o Brasil,

Nós conseguimos! O Congresso finalmente acabou com o voto secreto para cassação de mandatos de parlamentares. Nossa comunidade esteve por trás de cada etapa. Esta semana, o Senador Rodrigo Rollemberg disse que a nossa vitória só foi possível "graças à participação da sociedade, e a Avaaz teve um papel fundamental ao levar a voz de tanta gente para o Congresso Nacional."

É uma vitória enorme. Dá para dizer que políticos condenados ou envolvidos em esquemas de corrupção – como Donadon e Jaqueline Roriz, por exemplo – não vão mais conseguir se manter no poder por meio de acordos, chantagem e intimidação em troca de proteção. Com o voto aberto, nenhum político vai arriscar sua reputação para salvar corruptos e condenados. A cada semana, a cada ano, essa mudança vai limpar nosso Parlamento e nossa política.

Nos disseram que era impossível. Que éramos ingênuos e que os interesses envolvidos estavam enraizados no Congresso. Mas nós insistimos, dia após dia, e juntos fizemos do impossível o inevitável, fortalecendo nossa democracia.


Esta é a incrível história de como nós mudamos nossa política



Nossa ação no aeroporto de Brasília e a vitória na Câmara dos Deputados!
Nossa ação no aeroporto de Brasília e a vitória na Câmara dos Deputados!
Nosso ato no aeroporto de Brasília e a vitória na Câmara dos Deputados!
Nós colocamos o assunto na agenda do Congresso

Após anos de tentativas de deputados e senadores para acabar com o voto secreto, em junho de 2012 tivemos uma oportunidade única para isso. A comunidade da Avaaz, então, tomou uma atitude. Em questão de dias, 110 mil membros assinaram a petição urgente, exigindo que o Congresso aprovasse a proposta de emenda constitucional. Nossa campanha fez barulho, pegando o Senado de surpresa e forçando a aprovação da votação, levando à Câmara de Deputados a proposta de voto aberto para cassação de mandatos. Foi o passo inicial de todo o processo.

O movimento cresceu

A PEC perdeu força na Câmara mas, com a eleição ultrajante de Renan Calheiros à presidência do Senado, a indignação pública veio à tona. Em poucos dias, centenas de milhares de nós nos juntamos ao apelo do senador Pedro Taques por eleições transparentes para a presidência do Congresso. Esse apoio foi sentido em Brasília, que achava que a pressão já havia minguado. Em seguida, os gigantes protestos de rua entraram em erupção e nossa petição disparou para 400 mil assinaturas exigindo "Voto aberto já!". Os políticos já não podiam mais se dar ao luxo de ficarem quietos, e um número cada vez maior passou a apoiar o projeto.

Vencemos a primeira batalha

Com a votação na Câmara chegando mais perto, a pressão aumentou. No dia do voto, nós da equipe da Avaaz recebemos deputados no aeroporto de Brasília e, com toda a imprensa presente, os encurralamos um a um, perguntando como votariam. Depois, entregamos as vozes de 650 mil brasileiros diretamente em plenário. Nossa pressão olho no olho funcionou. Mais tarde, naquele mesmo dia, o projeto de lei foi aprovado. O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, disse que o sucesso deveu-se à pressão popular.



Em ato com pessoas seminuas, pressionamos pela aprovação do voto na Comissão de Constituição e Justiça
Em ato com pessoas seminuas, pressionamos pela aprovação do voto na Comissão de Constituição e Justiça

Renan e seus aliados reagem

A proposta foi então enviada para o Senado, e o momento era nosso. Mas alguns senadores se sentiram ameaçados pela perda de sua arma mais poderosa: o sigilo. Renan e seus aliados começaram a se mobilizar para impedir a votação, usando as estratégias de sempre – trabalhando nos bastidores para fechar acordos suspeitos.

Mas quando ele estava na iminência de acabar com a proposta na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, os membros da Avaaz deram as caras. Sabendo que apenas grande pressão popular poderia salvar o voto aberto, um grupo tirou suas roupas e mandou a seguinte mensagem ao Senado: "Nós não temos nada a esconder. E você, senador?" Em menos de três horas, o protesto estava na primeira página de sites de notícias do mundo todo, e a CCJ não podia mais resistir. A proposta foi aprovada e enviada ao plenário.


Nossa ação no aeroporto de Brasília e a vitória na Câmara dos Deputados
Nossa ação no aeroporto de Brasília e a vitória na Câmara dos Deputados
Entrega da petição aos senadores e aprovação da PEC em plenário

Superamos os obstáculos, e ganhamos na reta final

Nós sabíamos que haveria estratégias para atrasar a votação, e que o placar seria apertado, então próximo à votação em plenário aumentamos a pressão. A maior parte dos senadores raramente ouve o povo sobre uma votação, mas juntos nós fizemos com que eles fossem bombardeados com mensagens e telefonemas. Nós os surpreendemos com dezenas de milhares de mensagens no Facebook, tuítes e telefonemas diretamente aos gabinetes – tantos que as linhas telefônicas ficaram congestionadas!

Então, no dia da votação, nós colocamos pressão em um dos homens mais influentes no Senado: Aécio Neves. A Avaaz sabia que a maioria de seus colegas de partido eram opositores do voto aberto, e muitos achavam que eles não mudariam de posição. Por isso, durante várias horas, membros da Avaaz em Minas Gerais inundaram o gabinete do senador Aécio com centenas de mensagens e telefonemas. A equipe da Avaaz viajou para Brasília e levou as nossas centenas de milhares de vozes diretamente ao senador e ao PSDB. Apesar da oposição de seu partido, Aécio se juntou à maioria e a PEC foi aprovada!

Levou quase um ano e meio, mas o Senado finalmente mudou a Constituição. Agora todas as votações para cassar o mandato de parlamentares e para analisar vetos presidenciais serão decididas por voto aberto!


A luta ainda não acabou. As manobras de Renan Calheiros conseguiram evitar o voto aberto para a eleição da presidência do Senado, o que inevitavelmente o impediria de ser reeleito. Mas o sucesso da nossa campanha nos fez crer que, se seguirmos juntos, podemos nos livrar de Renan. E vamos continuar nossa campanha até que consigamos um Parlamento verdadeiramente limpo.

Esta vitória pertence a todos nós. Pertence a cada pessoa que assinou a petição, fez um telefonema ou enviou um tuíte ou mensagem no Facebook, a cada encontro realizado com parlamentares. Tudo isso junto fez a diferença. O movimento Avaaz conduziu esse apelo popular mês após mês até acabarmos com o voto secreto, contra todos os desafios. No final, nós vencemos.

Chegou a hora de comemorarmos. E, depois, vamos voltar à luta pela democracia que merecemos, na qual os votos de nossos representantes serão totalmente transparentes e abertos para seus eleitores. Somos quase 6 milhões de membros no Brasil, e podemos acabar com a corrupção. De fato, apenas o céu é o limite para o que podemos fazer juntos.

Com gratidão e determinação,

Michael, Diego, Nádia, Carol, Ben, Joseph, Alice, Luis, Ricken e toda a equipe da Avaaz


Veja mais...

Assista ao vídeo da nossa ação no aeroporto aqui
Leia a petição aqui
Veja mais fotos aqui
.



 
 
 

Programa VAI


Mostra de Vídeo VAI 10 anos

 

O Programa VAI completa este ano uma década de existência.
E as comemorações se iniciam com uma Mostra de Vídeo que vai reunir diversos vídeos produzidos por coletivos de audiovisual contemplados pelo VAI ao longo desse período.

Leia a Carta da Comissão do VAI sobre a seleção dos vídeos.

Confira a programação e venha prestigiar na telona parte dessa história de incentivo à cultura periférica.

03/12 – Terça-feira

15 horas
Panorama Arte na Periferia - 2006 -  Direção: Peu Pereira, Documentário, 50 minutos

17 horas
Difusão Comunitária Heliópolis - 2009 - Documentário, 12 minutos
Várzea: a bola rolada na beira do coração - 2011 – Direção: Akin Kinté, Ficção, 10 minutos
Gambiarra Acústica (Faixa 03) Diversidade religiosa – 2012 – Experimental, 4 minutos
Funk TV Visita MC k9 - 2009 - Documentário, 39 minutos
Um sonho, mendigo – Direção: Igor Thiago, Webvideo, 26 minutos

19 horas
Encontro de audiovisual do VAI – Lançamento da "Mostra de Vídeo VAI 10 anos" e debate aberto sobre a produção de audiovisual nas periferias da cidade.


04/12 – Quarta-feira

15 horas
Velho Bola Murcha -  2006 - Direção: Rodrigo Eba!, Animação, 4 minutos
Vai brincar lá fora! - 2012 -  Direção: Ana Rolf, Documentário , 35 minutos
Qual é? Sem camisinha não rola! -  2011 - Direção: Geisson Silva,  Ficção, 9 minutos
A casa caiu -  2007 - Direção: Marcos Pontes, Ficção,15 minutos
O traveco - 2012 - Direção: Jeane Figueiredo e Lincoln Péricles, Ficção, 7 minutos
Taipas da cabeça aos pés – 2005 – Documentário, 10 minutos

17 horas
Programa É batucada! – 2011 - Webvideo, 22 minutos
Gambiarra Acústica (Faixa 01) Vendedores ambulantes – 2012 – Experimental, 6 minutos
Keralux - 2010 - Direção: Juliana Cavalcanti, Documentário, 36 minutos
Correria: nós por nós - Direção:  Coletivo Recanto Resiste, Documentário, 22 minutos

19 horas
Uma tonelada de maracatu – 2012 - Direção: Rodrigo Didd, Documentário,  88  minutos





05/12 – Quinta-feira

17 horas
O barco Viking – 2009 - Animação, 5 minutos
Linha de ação - crônicas urbanas – 2012 -  Direção: Rica Saito, Fábio Silva, Flávio Galvão, Documentário, 25 minutos
Estilo Zulu – Quilombrasa – 2012 - Direção: Marina Knup e Avelino Regicida, Videoclipe, 4 minutos
4 Cantos 2012, Documentário, 59 minutos

19 horas
Nos tempos da São Bento: uma história dentro da história do Hip Hop em SP - 2010  -Direção: Guilherme Botelho, Documentário, 90 minutos

06/12 - Sexta- feira

17 horas
Amanhã talvez – 2008 - Direção: Rogério Pixote, Ficção, 9 minutos
Truque - 2012 - Direção: Edson Costa, Documentário, 12 minutos
Jennifer – 2010 - Direção: Renato Candido de Lima, Ficção, 29 minutos
Mano Invisível – 2012 - Direção: Bruno Saggese, Animação, 14 minutos
Escravos do Consumo – Dischaos 2012 - Direção: Marina Knup e Avelino Regicida, Videoclipe, 2 minutos
Desencontros – 2006 - Direção: Coletiva , Ficção, 4 minutos
A curva – 2012 - Direção: Hamilton Fernandes, Ficção, 11 minutos

19 horas
O mérito e o monstro (o Teatro Mágico) – 2008 – Videoclipe, 5 minutos
A viagem – Direção: Rômulo Santos, Ficção, 12 minutos
Labuta – 2010 - Direção: Fabio Jota, Experimental, 13 minutos
Isso é uma comédia desgraçada – 2012 - Ficção, 25 minutos
Gambiarra Acústica (Faixa 02) Transporte público - 2012, Experimental, 4 minutos
Recanto Cocaia: histórias e lutas – 2011 - Documentário , 30 minutos

07/12 – Sábado

17horas
O sonho de titia – 2008 - Direção: Bel Mercês e Paula Szutan, Ficção, 12 minutos
O samba é meu dom – 2012 - Webvideo, 10 minutos
Entrevias -  2011 - Documentário, 40 minutos
O conflito - 2005 - Direção: Sandro Cácio, Ficção, 21 minutos

19 horas
Temperamental – 2010 - Direção: Rodrigo Sousa & Sousa, Experimental, 8 minutos
Jardim Sâmara – 2011 - Direção: Cristina Assunção, Documentário, 16 minutos
Videolência – 2009 - Direção: Diego FF Soares, Fernando Solidade Soares, Daniel Fagundes, Paulo Pucci, Documentário, 59 minutos 
 
 

Exposição


"Kizomba" na Casa de Cultura São Miguel

No Encerramento do Mês da Consciência Negra a Casa de Cultura São Miguel Apresenta "Kizomba".
No dia 30 (Sábado) vai acontecer varias Atrações como: Musica ,Dança,Teatro, Poesia etc..
 E o Inicio da Exposição do jornalista e produtor cultural Maurício Coutinho "África do Sul"
Tendo por objetivo manter vivas as tradições culturais africanas e afro-descendentes, contribuindo para uma consciência mais profunda e ampla da importância da raça negra no processo de formação histórica do Brasil.

Aberta ao público com visitação gratuita, a referida mostra é composta de painéis fotográficos contendo cenas da população, cultura, entretenimento, fauna, flora e paisagens paradisíacas da África do Sul, além de máscaras, estatuária, objetos e Adornos
Serviço:
Kizomba
Dia 30:
Horas: 10hs as 19hs
Local:
Casa de Cultura Saõ Miguel
Rua Irineu Bonardi,169, Alto Pedroso SM
Obs: A Exposição vai ate o dia 15 de Dezembro.
Informações: 2297-9177

"Aprendi o silêncio com os faladores, a ..."

 

Eliza Beth
Eliza Beth
Alan Carlos Rocha Vasconcelos
"Aprendi o silêncio com os faladores, a tolerância com os intolerantes, a bondade com os maldosos; e, por estranho que pareça, sou grato a esses professores."

 
Visite nosso site e saiba como ir a Ong Brasil 2013 nos dias 28, 29 e 30 de novembro.