Digital ***Rádio e Tv: Julho 2013
Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.


WhatsApp 11 972914716

Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Formulário de Contato", disponível no final desta página (rodapé).

Conferência Livre Educação e diversidade

 

Conferência Livre debate educação e diversidade

Evento organizado pela SMDHC como atividade preparatória para a Conferência Municipal de Educação acontece no dia 10 de agosto

Promover um amplo debate sobre educação e diversidade e dar visibilidade a essa temática na cidade de São Paulo são os principais objetivos da Conferência Livre organizada pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania em parceria com as Secretarias Municipais de Educação, Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Políticas para as Mulheres e Promoção da Igualdade Racial.

A atividade, articulada pela Coordenação de Educação em Direitos Humanos, em parceria com a Coordenação de Políticas para LGBT, ambas da SMDHC, será realizada no dia 10 de agosto e terá como tema o Eixo 2 da CONAE "Educação e diversidade: justiça social, inclusão e direitos humanos".

A Conferência Livre faz parte do processo de construção da Conferência Nacional de Educação (CONAE), que acontecerá em fevereiro de 2014, em Brasília. A etapa municipal (Conferência Municipal de Educação) será realizada nos dias 16 e 17 de agosto e diversas atividades preparatórias já acontecem na cidade, como as Conferências Regionais organizadas em todas as Diretorias de Educação (DREs) no dia 29 de junho e, agora, as Conferências Livres sobre os eixos do documento-referência da CONAE.

Além de preparar os participantes para etapa municipal, a Conferência Livre será uma oportunidade de um amplo diálogo entre governo, entidades e movimentos sociais que trabalham com a temática de educação e diversidade. O evento pretende dar maior visibilidade ao tema, que, embora seja reconhecido no documento-base da CONAE como "eixo central da educação e objeto da política educacional", na prática, ainda permanece em segundo plano nos debates e nas políticas educativas.

 

Conferência Livre sobre o Eixo 2 da CONAE – Educação e diversidade: justiça social, inclusão e direitos humanos
Uninove Vergueiro
R. Vergueiro, 235/249, Liberdade
Dia 10/8, das 12h30 às 18h
Entrada livre

 

 

 

 

Circuito cultural

 
Tudo acontece em São miguel Paulista...
 

 
 
Apoio:   DIGITALRADIOTV
 
 
 

Palestra gratuita sobre Gestão Tributária - 20/08/2013



 
 
 
             www.ongcriativa.org
 
 

Programa Cataforte destina R$ 200 milhões para a reciclagem operada por catadores

 
Ações do governo federal articulam oito órgão e estatais e contemplam redes de cooperativas de catadores de materiais recicláveis
30.07.2013 - Programa Cataforte destina R$ 200 milhões para a reciclagem operada por catadores

Assista ao vivo em:   webcast.overseebrasil.com.br/player.php?af=498411537&ls=170&i=1&l=480&a=360&ovp=1176&ksp=false

Nesta quarta-feira (31/7), a partir das 9h30, acontece no Palácio do Planalto o lançamento do Programa Cataforte - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias, que prevê investimentos de aproximadamente R$ 200 milhões para empreendimentos de catadores de materiais recicláveis, possibilitando inserção de cooperativas no mercado da reciclagem e a agregação de valor na cadeia de resíduos sólidos. Durante o evento, será lançado edital para selecionar redes de cooperativas de recicláveis de todo o país para acessar recursos do programa. Haverá ainda a celebração de acordo de cooperação técnica entre  parceiros e assinatura da portaria que designará o Comitê Estratégico do Cataforte, formado por representantes da Secretaria-Geral da Presidência da República (SG/PR), da Fundação Banco do Brasil (FBB), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), do Ministério do Meio Ambiente (MMA), da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Petrobras e do Banco do Brasil (BB).

Os ministros Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência da República), Manoel Dias (Trabalho) e Izabella Teixeira (Meio Ambiente) participam do lançamento. O Cataforte destinará recursos para a estruturação de cooperativas e associações  possibilitando que estes empreendimentos solidários se tornem aptos a prestar serviços de coleta seletiva para prefeituras, participar no mercado de logística reversa e realizar conjuntamente a comercialização e o beneficiamento de produtos recicláveis. Nesta terceira etapa do Cataforte, pretende-se alcançar 35 redes. 

Serão realizadas ações de assistência técnica; capacitação de catadores e lideranças; apoio à elaboração de planos de negócios; ampliação e nivelamento da infraestrutura das cooperativas. O Programa prevê ainda possibilidades de acesso a produtos bancários, como capital de giro a serem disponibilizados pelo Banco do Brasil, como o  Cartão BNDES, Microcrédito Produtivo Orientado (MPO), Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) e Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

 

Histórico 

O Programa Cataforte começou em 2009 e teve como principal objetivo estimular a organização de grupos de catadores com base nos princípios da economia solidária. Na primeira etapa, por meio da parceria entre a FBB e MTE/Senaes, com o apoio do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis, o programa capacitou milhares de catadores para estruturarem unidades de coleta e atuarem em rede. 

A partir de 2010 deu-se início à segunda fase do Cataforte – Logística Solidária - que fortaleceu a infraestrutura logística das cooperativas, com a aquisição de 140 caminhões para 35 redes de cooperativas e associações de catadores, bem como com a realização de capacitações e prestação de assistência técnica para elaboração de planos de logística. As ações do Cataforte – Logística Solidária foram realizadas por meio da parceria entre a FBB, o BNDES, a Petrobras e a Senaes/MTE, com o apoio do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis.

Nesta terceira etapa, o Cataforte - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias agregou mais parceiros possibilitando ações integradas, aumento dos recursos e maior eficácia para estruturar redes solidárias de empreendimentos de catadores de materiais recicláveis, impulsionando a inclusão socioprodutiva e a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

 

Serviço:

Evento: lançamento Cataforte - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias;

Data/hora: 31 de julho, às 9h30;

Local: Salão Oeste do Palácio do Planalto.

secretariageral.gov.br/noticias/ultimas_noticias/2013/07/30-07-2013-programa-cataforte-destina-r-200-milhoes-para-a-reciclagem-operada-por-catadores

Publicada em 30/07/2013

Fundação BB

Programa Cataforte prevê R$ 200 milhões para a reciclagem

O Cataforte destinará recursos para a estruturação de cooperativas e associações possibilitando que estes empreendimentos solidários se tornem aptos a prestar serviços de coleta seletiva para prefeituras

ogirassol.com.br/materia.php?u=programa-cataforte-preve-rs-200-milhoes-para-a-reciclagem

Convite: Debate sobre a implantação do Conselho Participativo Municipal

Este convite não configura apoio político ao parlamentar em questão, mas, busca divulgar atividade na Câmara Municipal de São Paulo.
 
 
 
 
Nota:  Este convite não configura apoio político ao parlamentar em questão, mas, busca divulgar atividade na Câmara Municipal de São Paulo.
 
 
 

Aviso sobre desacato a servidor deve ser retirado de repartições

Nota: como fomos procurados por várias pessoas sobre o assunto, encaminhamos a presente.
 
Parece que voltaram a colocar este aviso.

Entendemos que em qualquer área, pública ou privada, há bons e maus  profissionais. Como também a falta de condições de trabalho, como ter um computador do século passado incompatível com a impressora.
Portanto, o tratamento deve ser respeitoso por ambas as partes.

----

Desacato ao cidadão


Aviso sobre desacato a servidor deve ser retirado de repartições


A placa com o aviso "É crime desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela" deve ser retirada de todas as repartições públicas de São Paulo. A determinação é do Tribunal de Justiça paulista.


As placas, que funcionam como uma espécie de Habeas Corpus preventivo para o mau serviço público, representam, senão um desacato, uma verdadeira agressão aos cidadãos. O corregedor-geral do TJ-SP, desembargador Gilberto Passos, acolheu Representação ajuizada pelo corregedor do Tribunal de Ética e Disciplina da seccional paulista da OAB, Sergei Cobra Arbex.


Para a OAB paulista, os avisos ostensivos intimidam os cidadãos, usuários do serviço público, que temem reclamar quando não recebem atendimento adequado. Segundo Arbex, "da mesma maneira que se informa as sanções às quais o cidadão está sujeito em razão da incidência de norma legal, ele deve ser informado de seus direitos, também previstos em lei, para que possa exercer sua cidadania de maneira plena e irrestrita".


Na Representação, ele lembrou que o crime de desacato é apenas um dos tipos de crime que se pode cometer contra a administração pública. De acordo com o conselheiro da OAB, outras infrações contra a administração pública deveriam ter prioridade sobre essa.


"A comunicação falsa de crime, a destruição de bem sob a administração da Justiça, a fraude processual e a sonegação de provas são casos que estão diretamente ligados aos problemas diários da Justiça".


A presidente em exercício da OAB-SP, Márcia Regina Machado Melaré, afirma que a ação demonstra a preocupação em relação às práticas abusivas, que ferem a cidadania e os direitos constitucionais, sobretudo dos jurisdicionados mais humildes.


"Os avisos do crime de desacato nos cartórios são uma forma de intimidação aos cidadãos que buscam um serviço público e muitas vezes recebem um atendimento ineficiente e sem qualidade, mas temem reclamar por conta dos cartazes de advertência. Uma simples reclamação pode ser interpretada como desacato e isso desestimula o cidadão", avalia ela.


Mário de Oliveira Filho, presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-SP, diz que o objeto jurídico do crime de desacato é a proteção da administração pública. "Mas, não pode servir de anteparo para a prestação de um serviço que não pode passar pelo crivo dos usuários. Os direitos do cidadão são tolhidos. Aos advogados, cientes de seus direitos, a lembrança é desnecessária", afirma.

conjur.com.br/2006-nov-07/aviso_desacato_retirado_reparticoes


 
 
 
__,_._,___

Curso de capacitação para a prevenção ao uso indevido de drogas da DIPE

 
Estão abertas as inscrições para o Curso de Capacitação para a Prevenção ao Uso Indevido de Drogas da DIPE (Divisão de Prevenção e Educação) do Denarc (Departamento Estadual de Investigações sobre Narcóticos) que será realizado no período de 26 a 30 de agosto de 2013, no horário das 9h às 13h, na Rua Rodolfo Miranda nº 636 - Bom Retiro - São Paulo. 
 
O objetivo do curso é capacitar os participantes na atuação em projetos que visam à prevenção primária do uso indevido de drogas. As inscrições serão efetivadas mediante a doação de um quilo de alimento não perecível, exceto sal e açúcar, que deverá ser entregue no primeiro dia do curso.

O treinamento é aberto ao público acima de 18 anos. Possui carga horária de 20 (vinte) horas/aula, com direito a certificado aos participantes. Os interessados deverão preencher e enviar o requerimento abaixo via fax, (11-3815-8761), pelo email: dipe.denarc@policiacivil.sp.gov.br ou pessoalmente, no setor de cursos e palestras da DIPE, no 1º andar da sede do Denarc.

As vagas são limitadas e poderão ser preenchidas antes do término das inscrições. Na impossibilidade de comparecer, informar em até 3 dias úteis antes do início do curso, sob pena de perder o direito de se inscrever nos próximos cursos por 1 ano.
 
 
 
por:   Euclides Conradim:
 

8º Fórum Paulista...

 

8º FÓRUM PAULISTA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES E COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES 

21 DE AGOSTO DE 2013 

MEMORIAL DA AMÉRICA LATINA: Auditório Simon Bolívar | Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – São Paulo – SP 
Realização e organização: Núcleo de Estudos da Violência contra a Criança e o Adolescente da Sociedade de Pediatria de São Paulo, CONDECA e Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.
Coordenadores: Dra. Renata D. Waksman e Dr. Mário Roberto Hirschheimer.
Investimento: INSCRIÇÕES GRATUITAS, PORÉM OBRIGATÓRIAS.
Vagas: 1000 (mil).
Público alvo: Profissionais das áreas da saúde, educação, jurídica, estudantes, jornalistas.
Objetivo: Discutir, apresentar e divulgar a prevenção de acidentes e combate à violência contra crianças e adolescentes.
Informações e inscrições:
Site: meetingeventos.com.br 
E-mail: pediatria@meetingeventos.com.br
Tel. (11) 3849-8263 ou 3849-0379 
PROGRAMA CIENTÍFICO PRELIMINAR 
08:00 / 08:30 Retirada de material e novas inscrições 
08:30 / 09:00 ABERTURA SOLENE MÓDULO POLÍTICAS PÚBLICAS 
09:00 / 09:40 CONFERÊNCIA (a confirmar) 
09:40 / 10:20 CONFERÊNCIA: Projeto de Integração Escola Comunidade para prevenir Violência Juvenil 
PRESIDENTE: Mário Roberto Hirschheimer 
PALESTRANTE: Içami Tiba 
10:20 / 11:50 MESA REDONDA: Maioridade penal – pontos para reflexão
PRESIDENTE: Cláudio Barsanti 
10:20 - 10:40 Desenvolvimento psicoemocional da criança e do adolescente
PALESTRANTE: Lino Macedo 
10:40 - 11:00 Distúrbios psicoemocionais relacionados à agressividade e violência
(a confirmar) 
11:00 - 11:20 Apenamento do menor infrator ou delinquente (a confirmar) 
11:20 – 11:50 Colóquio 
11:50 / 12:30 Intervalo para almoço 
MÓDULO PREVENÇÃO DE ACIDENTES 
12:30 / 13:10 CONFERÊNCIA: Acidentes na infância: magnitude e subsídios para sua prevenção
PALESTRANTE: Maria Helena do Prado Mello Jorge 
13:10 / 14:40 MESA REDONDA: Eventos na Escola
PRESIDENTE: Renata D. Waksman 
13:10 - 13:30 Bullying
PALESTRANTE: Rita de Cássia Lopez Vazquez 
13:30 - 13:50 Afogamento
PALESTRANTE: Tânia M. R. Zamataro 
13:50 – 14:10 Quedas
PALESTRANTE: Glaura César Pedroso 
14:10 - 14:40 Colóquio 
14:40 / 15:10 CONFERÊNCIA: O Olhar para o Agressor
PRESIDENTE: Théo Lerner
PALESTRANTE: Luci Pfeiffer 
15:10 / 15:40 Coffee Break 
MÓDULO COMBATE À VIOLÊNCIA 
15:40 / 16:20 CONFERÊNCIA: Programa Recomeço
PRESIDENTE: Sergio A. B. Sarrubbo 
16:20 / 17:50 MESA REDONDA: Violência sistêmica 
16:20 - 16:50 Drogas Lícitas – Tabaco e Álcool
PALESTRANTE: Denise Swei Lo 
16:50 - 17:20 Drogas Ilícitas
PALESTRANTE: Luiz Alberto Chaves de Oliveira 
17:20 – 17:50 Colóquio 
17:50 / 18:00 Encerramento

--
"Em tudo o que a natureza opera, ela nada o faz bruscamente."
 
Por:  Idália Pereia
 
 
 

 

__,_._,___

Circuito Cultural do Fórum da Juventude de São Miguel Paulista

 
 
 

Sítio Mirim, um patrimônio histórico abandonado na Vila Jacuí

 
Na avenida Assis Ribeiro, altura do número
 
9500 e ao lado do bairro União de Vila Nova,
 
região do distrito de vila Jacuí, zona leste
 
da capital paulista, estão as ruínas da Casa
 
Bandeirista do Sitio Mirim. Um patrimônio
 
histórico tombado pela Secretaria Municipal de
 
Cultura no ano de 1973.
 
 

O local conta um pouco da história de São
 
Paulo, pois é um espaço que mostra um pouco do
 
que foi a vida rural na época do Brasil
 
Colônia. Para os arqueólogos, o maior valor
 
está no subsolo, onde estão enterrados os
 
artefatos utilizados no século 16 e 17.
 

 

O provável morador foi o guarda-mór Francisco
 
de Godoy Preto, que a construiu por volta de
 
1750. Há historiadores que afirmam que, pelo
 
estilo da construção da casa, ela pode ser
 
ainda mais antiga.
 
 
 
Madeiras raras nas portas e paredes em taipa
 
de pilão podem ser apreciadas nas ruínas. A
 
casa rural foi utilizada como parada dos
 
bandeirantes no século 18. O Serviço do
 
Patrimônio Histórico e Artístico Nacional
 
(SPHAN) guarda um registro fotográfico da casa
 
ainda preservada em novembro de 1945.
 
 
 
Após 39 anos do tombamento, no entanto, pouco
 
foi feito pela conservação do local e a cada
 
ano que passa há menos o que se preservar.
 

 

O telhado da construção não resistiu ao tempo
 
e caiu há muitos anos, e algumas das paredes
 
também já desabaram. Há rachaduras por toda
 
parte e, além disso, há pichações nas paredes
 
e não é raro encontrar lixo acumulado ali.
 
 
 
A ausência de uma placa de identificação no
 
local e a falta de iluminação nas ruínas
 
contribui para a depreciação e esquecimento do
 
sítio.
 

 

Por: Vander Ramos.
 Vander Ramos, 51, é correspondente do Itaim Paulista.
@vander521
vander.mural@gmail.com
 
Fonte:
mural.blogfolha.uol.com.br/2012/07/11/sitio-mirim-um-patrimonio-historico-abandonado-na-vila-jacui/
 
 
 
 

Favela Santo Elias liberada para redes de água e esgoto.

Favela Santo Elias - REUNIÃO COM A Sabesp, no primeiro sábado de agosto dia 03/08 - 03 horas da tarde – na praça da Viela T, Dona JÔ.

Assunto: Secretaria da Habitação esta regularizando a área, por isso autorizou a Sabesp instalar em toda a comunidade do Jardim Santo Elias, rede de esgoto, rede de água, fazer novas ligações de água para todos e TUDO GRATUITO.

A Tarifa na conta de água vai ser TARIFA-SOCIAL.

Obs.: Palavra Favela -  é explicada no livro Os Sertões de Euclides da Cunha, lido em todas as academias militares do planeta. Quer entender de política? Precisa ler este livro! Favela é flor, planta típica de onde ocorreu a guerra dos canudos no sertão baiano. Obviamente havia muitas habitações de madeira na região.

"Não vamos sair do aquecimento global só pela via tecnológica sem incorporar ao nosso modo de vida parte da cultura dos povos indígenas."

DEUS perdoa sempre, nós nem sempre perdoamos, a natureza NUNCA perdoa ! !

"A água não nasce em árvore, mas sem árvores não se tem água".

"Se acharmos que nosso objetivo aqui é acumular riquezas, então não temos nada a aprender com os índios. Mas se acreditamos que o ideal é o equilíbrio do homem dentro de sua família, e dentro de sua comunidade, então os índios têm lições extraordinárias para nos dar". (Cláudio Villas Bôas)
Reginaldo,

 

Por:  Prado
Programa Participação Comunitária MNUM-Pirituba- Celular 88335396
Tecnólogo Hidráulica - FATEC-SP

 
 
 
__,_._,___

31/7 e 1/8-dia todo-Uninove/Vergueiro - Resíduos - Etapas temáticas da Conferencia Municpal de Meio Ambiente

FÓRUM PERMANENTE DE CULTURA

 
1º FÓRUM PERMANENTE DE CULTURA DE ITAQUERA
DATA 28/07/2013
HORÁRIO : 10 ÀS 14 H.
LOCAL : Rua Antonio Carlos de Oliveira César, 97 - Centro de Itaquera.
É a antiga casa do chefe da estação, ali do lado da praça onde era a estação de trem de Itaquera.

Por qual reforma Política, "as ruas chamam"?

 
 
 
 

Ser mulher. Negra. Latino-americana. Ou: hoje é 25 de julho

Link to Juntos!
 

Ser mulher. Negra. Latino-americana.

Ou... hoje é 25 de julho

 

*Por:   Tatiane Ribeiro

"Ser negra não é questão só de cor. É questão política." Foi assim que a minha mãe me ensinou que me afirmar como negra era um importante passo político para concretizar o meu respeito e o meu orgulho pelas minhas raízes. Sim, essas raízes crespas, duras, fortes, grossas. Essas raízes que me deixaram com lábios grossos e ancas enormes. Essas raízes que achatam o nariz, escurecem a pele, nos tornam mais fortes. Demorei a entender o que era ser negra. Só sabia, desde pequena, que eu era diferente. Diferente das minhas primas, loiras (descendentes de italianos). Diferente dos coleguinhas de escola (particular), de cabelos lisos. Diferente até da minha mãe, branca. Diferente do padrão da tevê, diferente de tudo que achavam bonito. Diferente da Barbie. E foi preciso muito tempo pra descobrir que, diferente dessas pessoas todas, eu era igual a Carolina de Jesus, a Chica da Silva, a tantas lindas negras, negras lutadoras.

Hoje é dia da mulher negra latino-americana e caribenha. E, apesar de ter demorado, apesar de já ter alisado o meu cabelo, apesar de já ter desejado ser branca, ser bonita como as brancas, ser aceita como as brancas, hoje eu me orgulho e me emociono em dizer que sou negra. Esse é o meu dia, dia de tantas mulheres que tem que enfrentar o preconceito racial todos os dias. Dia de mulheres que tem que batalhar pelos seus direitos de mulher, pelos seus direitos de negra, pelos seus direitos de ser humano. Dia daquelas que, por seus seios fartos ou sua boca "carnuda", são consideradas objeto sexual ambulante. Dia daquelas que nos morros e favelas tem que enfrentar o extermínio da juventude negra, de seus filhos, irmão, netos. Dia das que já se foram, mas foram lutando. Das que nem puderam lutar. Das que virão, e muito ainda terão que enfrentar. O dia de luta, mas não de luto. Porque "negra é a raiz da liberdade".

E, dessas mãos pretinhas que agora escrevem esse texto, vem o pedido: não se esqueçam dessas mulheres. Hoje é um dia importante, mas nos outros 364 elas também precisam de visibilidade. As mulheres negras, das favelas, dos morros, as que choram seus mortos pelo BOPE, as que choraram seus mortos na Candelária, as que trabalham 12, 14, 16 horas por dia e ainda precisam cuidar da casa, elas são a fonte de inspiração da minha vida. Porque elas mostram que nossas raízes são crespas, e são fortes.

*Tatiane Ribeiro é militante do Juntos nas Universidades de São Paulo

Confira aqui a publicação original do texto.

 

 

 

 

Programa Se Liga na Rede

 

Conheça o programa Se Liga na Rede

Ação do Governo do Estado faz, gratuitamente, obras dentro dos imóveis das famílias de baixa renda para ligação de rede de esgoto

Um programa que executa obras dentro dos imóveis das famílias de baixa renda, permitindo que as casas sejam ligadas à rede de esgoto. Esse é o Se Liga na Rede, ação do Governo do Estado de São Paulo e da Sabesp. Quarenta municípios já foram incluídos no programa, onde serão feitas mais de 13,5 mil ligações que beneficiarão 40 mil pessoas.


Em todo o Estado, por meio do programa, serão ligados à rede 192 mil imóveis: 76,8 mil na Região Metropolitana de São Paulo; 30 mil na Baixada Santista; 5,6 mil na Região Metropolitana de Campinas; e 79,3 mil nos demais municípios atendidos pela Sabesp.


A iniciativa beneficia diretamente 800 mil pessoas e indiretamente cerca de 40 milhões de paulistas com a despoluição de córregos, rios, represas e mares. O investimento total, ao longo de oito anos, é de R$ 349,5 milhões.


O Se Liga na Rede tem a participação direta da comunidade. Em cada bairro, as casas beneficiadas são visitadas por uma Agente Se Liga - uma moradora contratada pela Sabesp para apresentar a iniciativa e explicar os benefícios da ligação de esgoto. Com a assinatura do Termo de Adesão, o imóvel é fotografado, a obra é agendada e executada. Ao final, a casa é entregue para a família em condições iguais ou melhores.


Os moradores podem obter mais informações pelo telefone 0800-0119911 (na Região Metropolitana de São Paulo) ou 0800-0550195 (interior e litoral). A chamada é gratuita. Desde que o programa teve início, no final de 2012, 1.200 imóveis já foram ligados à rede coletora de esgoto em dez cidades.


Do Portal do Governo do Estado

 
 
Atenciosamente,
Vanessa R. C dos Santos
 Associação Criativa
Cel (11) 97291-4436

III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial

SMPIR realiza a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo publicou na edição de 18 de junho de 2013, do Diário Oficial do Município, decreto do prefeito Fernando Haddad convocando a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial (SMPIR). O calendário iniciou-se em 1º de julho com os diálogos temáticos e começa nas várias regiões da capital, a partir de 27 de julho. A Conferência encerra-se em 9 de agosto.


O processo da Conferência integra os Diálogos Temáticos: Cultura Negra, Mulheres Negras, LGBT, Indígena, Funcionalismo Público, Interreligioso e Juventude Negra; as Etapas Regionais, que serão realizadas nas oito regiões da capital - norte, sul, leste 1, leste 2, centro, sudoeste, oeste e sudeste. Durante as etapas regionais serão eleitos delegados(as) de acordo com a população negra de cada região. Por fim, se realizará a etapa da capacitação dos delegados(as).

CONFIRA PROGRAMAÇÃO DETALHADA DA CONFERÊNCIA - Disponível no site da PMSP


A SMPIR dará andamento ao processo preparatório iniciado pelo chamamento da presidenta Dilma Rousseff aos governos locais e à sociedade civil para a realização da III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CONAPIR), sob a coordenação da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da Republica Seppir/PR.


A
III CONAPIR ocorrerá no período de 5 a 7 de novembro e tem como tema geral - "DEMOCRACIA E DESENVOLVIMENTO SEM RACISMO: POR UM BRASIL AFIRMATIVO". Os Sub-temas são:

- Estratégia para o desenvolvimento e enfrentamento ao racismo;
- Política de Igualdade Racial no Brasil, avanços e desafios;
- Arranjos Institucionais para assegurar a sustentabilidade das políticas de igualdade racial: SINAPIR, órgãos de promoção de igualdade racial. Fóruns de Gestores, Conselhos e Ouvidorias;
- Participação política e controle social: igualdade racial nos espaços de decisão e mecanismos de participação da sociedade civil no monitoramento das políticas de igualdade racial.

Segundo as orientações gerais da CONAPIR e Conferência Estadual - COEPIR (que se realizará entre 23 e 25 de agosto) a III CMPIR deverá ter a participação da sociedade civil, instituições, Movimento Negro, movimento de mulheres negras e demais movimentos sociais interessados; e, representantes dos órgãos do governo e funcionalismo público em geral.

PROGRAMAÇÃO: III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial

A SMPIR promove a III Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial (CMPIR) no período de 01 de julho a 11 de agosto, contendo três momentos - Diálogos Temáticos, Etapa Regional e Atividade de Encerramento com Delegadas (os).

Diálogos Temáticos
Os
Diálogos Temáticos têm como objetivo a contribuição para sistematização de propostas de diversos setores que de maneira continuada vem tendo expressão organizativa junto a SMPIR. Dessa forma temos a seguinte programação:

Diálogo Mulheres Negras
Data: 23 de julho Horário: das 17h00 às 21h30
Local: Casa do Professor - Rua Bento Freitas, 71 - Metrô República

Diálogo LGBT
Data: 24 de julho Horário: das 18h00 às 21h00
Local: Rua Líbero Badaró, 119 - Térreo - Auditório

Diálogo Indígena
Data: 26 de julho Horário: das 14h00 as 17h00
Local: Aldeia Indígena Jaraguá

Diálogo Funcionalismo Público (nesse diálogo serão eleitos 28 delegadas/os)
Data: 30 de julho Horário: das 14h00 as 17h00
Local: Rua Libero Badaró, 119 - Auditório Térreo

Diálogo Interreligioso
Data:
30 de julho Horário: das 18h00 às 21h00
Local: Rua Líbero Badaró, 425 - 33º andar - auditório

Diálogo Juventude Negra
Data: 02 de Agosto Horário: das 18h00 as 21h00.
Local: a confirmar

Etapa Regional
A Etapa Regional tem por objetivo aprofundar o debate sobre os eixos temáticos (seguindo indicação da CONAPIR e COEPIR); definir propostas prioritárias; e, eleger delegadas/os para a Estadual. Na capital serão eleitas/os 97 delegadas/os da sociedade civil.

27 de julho - (sábado) das 09h00 as 13h00
Norte: Santana, Vila Maria e Jaçanã
Local: Subprefeitura do Tucuruvi (a confirmar)

27 de julho (Domingo das 14h às 18h)
Sul: Santo Amaro, Capela do Socorro, M'Boi Mirim, Parelheiros e Campo Limpo
Local: CEE Jorge Bruder - Av. Padre José Maria, 555 - Santo Amaro - Sala Capoeira

28 de julho (domingo) 09h00 as 13h00
Leste 2: Guaianazes, Cidade Tiradentes, Itaim, Itaquera e São Miguel
Local: CÉU JAMBEIRO - Av. Flores do Jambeiro, s/nº - Guaianases - (11) 2960 2055

31 de julho (quarta-feira) das 18h00 as 22h00
Centro: Sé e Adjacências
Local: Rua Líbero Badaró, nº 119 - Auditório Térreo

3 de agosto (sábado) 09h00 as 13h00
Sudoeste: Butantã, Pinheiros e Lapa
Local: CEU BUTANTÃ - Av. Engenheiro Heitor Antônio Eiras Garcia, nº 1.870 - Jardim Esmeralda - (11) 3732 4551

3 de agosto (sábado) das 9h às 13h
Sudeste: Vila Mariana, Ipiranga, Jabaquara e Cidade Ademar
Local: CEU Caminhos do Mar - Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 5.421 - Jabaquara - (11) 3396-5544

3 de agosto (sábado) 14h00 as 18h00
Oeste: Perus, Pirituba, Freguesia do Ó e Casa Verde
Local: Centro cultural da juventude - CCJ - Av. Deputado Emílio Carlos, 3641 - Vila Nova Cachoeirinha - (11) 3984 2466

4 de agosto (domingo) das 9h às 13h
Leste 1: Mooca, Aricanduva, Penha, Ermelino, e São Mateus
Local: CEU ARICANDUVA - Rua Olga Fadel Abarca, s/nº - Vila Aricanduva - (11) 2723 7549

Encerramento com Delegadas(os)
Após a Etapa Regional ocorrerá atividade de encerramento com delegadas(os) , no dia 9 de agosto, visando o aprofundamento da discussão do temário e preparação para a participação na Conferencia Estadual.

Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial (SMPIR)
Rua Libero Badaró, 425 - 36° andar
Site:
www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/igualdade_racial/
E-mail:
sepir@prefeitura.sp.gov.br

 

 

Por: 

Associação Movimento Garça Vermelha - MOGAVE
 
 
 
__,_._,___

Últimas oficinas de propostas da revisão do PDE acontecem nesse sábado (27/07/2013)



 

 

Últimas oficinas de propostas da segunda etapa de revisão do PDE acontecem nesse sábado (27)


As reniões serão organizadas pelas subprefeituras do Butantã, Lapa, Pinheiros e Sé. Não é necessário morar nas regiões para participar dos encontros.




A segunda etapa de revisão participativa do Plano Diretor Estratégico (PDE) entra em sua reta final nesse sábado, 27, com as últimas oficinas de propostas organizadas pelas subprefeituras do Butantã, Lapa, Pinheiros e Sé.

As oficinas de propostas buscam entender as principais necessidades e potencialidades do município. Para isso, é necessária a participação popular. Não perca a oportunidade de contribuir para que São Paulo se torne uma cidade melhor para todos.

Mesmo com o final dos encontros, até o dia 31 de julho será possível contribuir através do formulário de propostas na plataforma Gestão Urbana SP. Além disso, a população poderá continuar usando o Mapeamento Colaborativo por tempo indeterminado para contribuir com referências para a SMDU. Acompanhe também as propostas das oficinas já realizadas em nossa Biblioteca.

SERVIÇO

8h - credenciamento
9h - início das atividades
15h - término das atividades

Subprefeitura do Butantã - CEU Butantã - Av. Engenheiro Heitor Antonio Eiras Garcia, 1870. Jdm Esmeralda
Subprefeitura da Lapa – Faculdades Rio Branco - Av. José Maria de Faria, 111
Subprefeitura de Pinheiros – Colégio Dante Alighieri - Alameda Jaú, 1061
Subprefeitura da Sé – Uninove Vergueiro - Rua Vergueiro, 235/249


Fazer junto a São Paulo que a gente quer. Esse é o Plano.



--
Flavia Loureiro   -